Unhas limpas é sinal de saúde!

Todos os dias utilizamos as mãos, por serem extremamente úteis para diversas atividades. À medida que utilizamos as mãos, não nos damos conta da sujeira que se acumula nas unhas. Por isso, o hábito de lavar sempre as mãos é muito bem-vindo e, melhor ainda, se junto dele você der uma atenção à higienização das unhas.

Isso mesmo, mais que lavar as mãos, limpar as unhas é sinal de saúde. Ao contrário do que muitos pensam, as unhas não são apenas um complemento do corpo que tem como principal função proteger as pontas dos dedos ou aumentar a capacidade das mãos para pegar pequenos objetos. Além do aspecto estético, que também faz parte dos cuidados com a beleza e higiene, o que poucas pessoas sabem é que as unhas podem revelar o seu estado de saúde.

Além de armazenar as bactérias da pele, as unhas podem ter também bactérias intestinais e fungos e, por isso, manter a higiene limpando-as é extremamente relevante. Segundo especialistas, os riscos de contaminação podem ser reduzidos com o hábito simples de lavar diariamente com uma escova de dentes com cerdas macias e um sabonete antisséptico, pois embaixo delas podem se depositar bactérias e outros organismos. O ideal que cada pessoa tenha sua própria escova e faça essa higienização durante o banho ou até mesmo antes de dormir.

Entre os cuidados que ajudam a manter a saúde das unhas, recomendado por especialistas, estão:

• Cortar as unhas retas na frente e ligeiramente arredondadas nas laterais para manter seu vigor máximo e evitar que encravem.

• Não roer as unhas, pois o hábito cria um terreno úmido e favorece infecções, além de favorecer o crescimento irregular da unha.

• Evite lixar a parte de cima da unha.

• Não use sapatos apertados.

• Evite mexer em unhas encravadas, especialmente se já estiverem infectadas.

Além disso, caso você perceba qualquer mudança nas unhas, procure a ajuda de um dermatologista. Qualquer alteração pode sinalizar um problema de saúde. Cuide-se!  

Confira abaixo algumas dicas para manter suas unhas limpas e saudáveis:

• Tire a sujeira acumulada embaixo de suas unhas usando um palito. Faça isso antes de lavar as mãos, e não depois. Quanto mais secas estiverem, melhor.

• Use uma escova para esfregar as unhas quando for limpá-las. Se não tiver uma escova específica para limpar unhas, use uma escova de dentes limpa apenas para isto.

• Use vinagre de maçã para a limpeza das unhas. Ele possui propriedades de limpeza e são antifúngicos que ajuda a afastar infecções. Dilua-o em uma porção igual de água limpa e deixe as unhas de molho por até 20 minutos.

• Hidrate as unhas semanalmente de forma natural utilizando aloe vera, manteiga de cacau, óleo de coco ou azeite de oliva, que ajudam a mantê-las hidratadas e flexíveis durante a semana.

Nenhum comentário.

Conheça a utilidade da Sinalização de Segurança

Entre os métodos de proteção à saúde e segurança dos trabalhadores está a Sinalização de Segurança. Atendendo a NR 26 (Norma de Regulamentadora) de Segurança do Trabalho, ela tem como objetivo alertar trabalhadores e visitantes no local sobre os riscos existentes ali, equipamentos protetores e outras informações imprescindíveis para segurança no local.

Para que cumpram sua função de chamar a atenção e ajudar em casos emergenciais rapidamente, as Sinalizações de Segurança utilizam letra clara, ilustrações óbvias e de fácil entendimento.

Além disso, nos desenhos são usados símbolos universais que oferecem entendimento padronizado e não gera duplo sentido ou qualquer outra confusão; E a utilização das cores também tem seu significado, assim como formas e siglas conhecidas no local de trabalho e no mundo todo.

Classificação da Sinalização de Segurança

Dividida em áreas específicas, a Sinalização de Segurança colabora para o entendimento do momento em que cada tipo de placa sinalizadora deve ser utilizada, confira:

1. Sinais de Obrigação: têm como objetivo indicar comportamentos ou ações que obrigam a utilização de determinado equipamento de proteção individual (EPI). Busca evitar acidentes de trabalho causando danos morais e financeiros à empresa e ao trabalhador acidentado.

2. Sinais de Perigo: são apropriados e obrigatórios em situações e locais que exigem atenção, cautela, precaução, ou afirmação de que algo é perigoso. Buscar alertar o trabalhador de modo que ele tenha controle sobre tudo o que esteja fazendo e não se prejudique ou não prejudique ninguém.

 

3. Sinais de Aviso: qualquer lei do local, ou atitude proibida ou perigosa é alertada nesse tipo de sinalização de segurança. Evita acidentes de trabalho e consequências graves.

 

 

4. Sinais de Emergência: indicam saídas de emergência, direções de fuga ou localização de algum equipamento útil em situações emergenciais, como incêndio, alagamento, vazamento de gás, entre outros. São úteis para guiar trabalhadores e visitantes aos rumos corretos oferecendo capacidade de fuga ou até de solução para o problema (como um extintor num incêndio, por exemplo).

 

Placas de sinalização de Segurança

As placas devem ser de metal, simples, com dimensões padronizadas, em locais de boa visibilidade, bem compreensíveis de entendimento, sem nada empatando sua visão na frente como plantas ou postes. Em casos onde o risco do local desaparecer, a retirada da placa sinalizadora é essencial.

Há placas que exigem adição de luminosidade ou sinais acústicos, como luzes noturnas de contraste correto e alarmes.

(Fonte/Adaptado de: http://www.segurancamonitoramento.org/sinalizacao/sinalizacao-de-seguranca/)

 

Nenhum comentário.

Bem-estar: cuidados básicos para um inverno agradável

 

 

O frio chegou e alguns problemas de saúde, tais como as doenças respiratórias, alergias e doenças de pele chegam de carona com o clima. É hora de buscar alternativas para fugir desses problemas, uma delas, com certeza, é adquirir alguns hábitos saudáveis. Confira abaixo algumas dicas para sua saúde não sofrer tanto com as temperaturas mais frias:

• Mantenha a casa e o ambiente de trabalho ventilados mesmo no frio. É no ambiente fechado que o vírus da gripe se espalha.

• Evite usar vassoura e aspirador de pó na limpeza da casa, pois eles espalham a poeira. Substitua pela utilização de panos úmidos.

• Antes de utilizar as roupas de frios guardadas lave e seque elas ao sol.

• Evite ficar muito tempo em ambientes com ar condicionado e ficar próximo demais dos aquecedores.

• Opte por utilizar mantas de tecido sintético ou algodão para evitar alergias.

• Mesmo no frio, beba muita água e consuma alimentos ricos em vitamina C como acerola, laranja e limão.

• Lave as mãos com frequência e evite ambientes com muita aglomeração.

 

Nenhum comentário.